Site Oficial da Confederação Brasileira de Futebol Sete Society  
 Home

 

 
 Origem do Futebol 7 Society
     
 
A história do nosso esporte vem de 1950, quando no Rio de Janeiro, praticava-se o futebol de amigos nos quintais dos casarões da Tijuca, iniciando-se com o primeiro campo na rua Uruguai,574 – Tijuca, de propriedade de José Coelho, o Juca. Na época, Juca acabou servindo de motivação para outras famílias que viviam em seus casarões como o da Rua São Paulo, no Bairro Sampaio e na casa das pedras no alto da Boa Vista, também criarem seus campos para a prática deste esporte.

As regras eram adaptadas do futebol, mas sem impedimento, com cobranças de faltas diretas de seu próprio campo como acontece ainda hoje. Havia somente uma área e suas medidas eram de 25x50 mts, dentro dos padrões da época.

O termo CAFÉ SOCIETY era uma expressão muito usada, e o comentarista Ruy Porto fez elogios quando soube de uma partida com altas personalidades da sociedade carioca, quando se referiu ao evento como um clássico “Futebol Society” . O comentário chamou a atenção de todos, e desde então o nosso esporte passou a ser chamado de Futebol Society.

O Country Clube da Tijuca (RJ) ocupa hoje o endereço do 1º campo, lá se realizaram diversas disputas e muitos clubes importantes do Rio de Janeiro participaram. Os cariocas criaram então, uma entidade estadual com a finalidade de dirigir este esporte em 1981, ainda com as mesmas características, inclusive com o mesmo tipo de bola.

Um outro estado, o Rio Grande do Sul, iniciou o movimento do chamado Futebol Sete, nome dado pelos gaúchos ao Futebol Society. Pois existiam dúvidas quanto a sua real origem, alguns diziam que ele se chamava Futebol Suíço e que nascera na cidade de Santana do livramento, divisa com o Uruguai, em 1965, indo para Santa Maria e depois para Porto Alegre. As primeiras disputas tiveram a participação de equipes do Uruguai, da cidade de Riviera. O movimento foi crescendo e em 1968 vários desportistas fundaram a Liga Santanense de Futebol Sete, em 1970 na cidade de Santa Maria no Rio Grande do Sul.

Este esporte implantou-se em 1980 com suas regras ainda não padronizadas, e foi praticado no SESI e na Brigada Militar. Atravessou as fronteiras e chegou aos estados vizinhos de Santa Catarina e Paraná.

Os esportistas porto alegrenses reuniram-se em 1986 e iniciaram o processo para criar a Federação Gaúcha que se deu em 1987, homologada pelo então CND em 21-07-87 – Resolução 15/87 do CND – Publicação D.O. 21/12/87.Tornando-se assim, a primeira Federação deste esporte no Brasil, já com suas regras próprias embora muito semelhante às do Futebol, calcada sempre nos princípios dos primeiros jogos realizados em seu estado, não tendo uma personalidade nacional por falta de maior divulgação.
O movimento do Futebol Society em São Paulo, capital, deu-se por volta de 1985, com o fim dos campos de várzea devido a grande expansão demográfica. Então foram criados os de grama natural em mansões do Morumbi, onde executivos encontravam-se para bater sua bola e terminar com o famoso churrasco.

Os primeiros campos, com o objetivo de locação para a prática extra-oficial do público em geral, foram construídos de areia e surgiram no bairro do Itaim por volta de 1988. Nada era organizado e as regras utilizadas eram também as mesmas do futebol sem impedimento, assim como a bola utilizada era a do futebol. Eles variavam de tamanho de acordo com o espaço disponível. Os participantes tinham em sua maioria a idade de 40 anos.
A Associação de Futebol Social do Estado de São Paulo foi fundada em 1988 , propulsora da Federação Paulista que foi criada em 1989. Nesta época, o desportista Milton Mattani, iniciou o trabalho de padronização das regras oficiais da modalidade, organizando e criando regras próprias, que hoje, são editadas em 3 (três) idiomas – Inglês , Espanhol e Português. Inclusive também, projetando um novo tipo de bola oficial, para uma melhor adaptação da prática deste esporte, e que teve imediatamente aceitação nacional, unindo com isto o Brasil de Norte a Sul.
A chegada da grama sintética foi um sucesso total, pois em pouco mais de 2 anos alcançamos mais de mil campos no Brasil. Sendo o primeiro instalado em São Paulo no Jardim Aeroporto, com grama importada da Holanda. Que se chamava Krake Sorriso Escola de Futebol.
Salientamos que nosso esporte foi praticado por Cafu, Jorginho, Denílson, Careca, Dunga e tantos outros, e, que é hoje sem dúvida, um dos mais praticados no País com 9 milhões de participantes, em 4.000 campos, nas 24 Federações Estaduais, 150 Ligas Municipais e na Liga Nacional.

Acreditando enfim, que tudo começou no Rio de Janeiro, passou por uma fase importante no Rio Grande do Sul, e terminou com sua total estabilização e organização, até hoje, em São Paulo. Criamos em 30 de outubro de 1996 a Confederação Brasileira, que organizou e continua trabalhando em vários campeonatos nacionais e internacionais, massificando totalmente este esporte no Brasil, pois sabemos através de estudos realizados por especialistas, de que este esporte é um meio natural de preservar a saúde física e psicológica, além de despertar o companheirismo entre seus praticantes.

E que este é um esporte nacional criado e adaptado da melhor maneira, para todos os apaixonados do Futebol Sete Society, sejam eles praticantes brasileiros ou estrangeiros.